Aula Especial de Hatha-Yoga com Prática de Meditação

O “Aulão” é resultado do pedido de vários alunos que buscavam aprofundar suas práticas, mas não tinham a oportunidade.

Nesse encontro, busco aprofundar a experiência do praticante, gerando condições para uma interiorização mais estável e palpável.

O Hatha yoga, ao contrário do que muitos pensam, não é uma atividade física, mas sim uma prática espiritual que utiliza o corpo. O corpo é visto como uma representação do próprio Universo, com todas suas forças e potenciais. Assim sendo, em essência, a prática tem como propósito aflorar a percepção desse potencial interior e “alinha-lo” com as mesmas forças e potenciais presentes no exterior.

Essa “força” ou “potência” que permeia o Universo é chamada de Shakti quando flui livremente e de maneira natural. No entanto, por conta de nossas inúmeras e constantes variações emocionais, essa energia potencial deixa de fluir de maneira constante e natural em nós.

Em nós ela se “enrosca”, se “prende” na experiência torpe e fugaz do gosto e desgosto, provocada pelas nossas identificações emocionais. Por conta dessa característica, os yogues chamam essa força e potencial interno de “kundalini”, palavra do sânscrito que significa, literalmente, “presa”, “enroscada”.

Na expressão do corpo essa energia potencial se manifesta, no aspecto mais sutil, como os nadis (canais de energia) e nos chakras (centros de troca energética). Do ponto de vista do Tantra e do Hatha-Yoga, os nadis são visto como fluxos de tendências emocionais e os chakras como “moduladores” das expressões emocionais. Seriam como a expressão da “média” emocional contidas nos nadis que o forma.

Portanto, as técnicas do Hatha-Yoga visam criar a tomada de consciência dessas tendências emocionais que acabam gerando nossos padrões mentais, que em sua maioria limitam nossa experiência mais plena: a unidade com o potencial energético universal.

Assim, fica claro que os asanas ou “posturas” do yoga não são meros exercícios físicos, mas ferramentas para a construção de uma autopercepção plena e estável.

A tomada de consciência dessas tendências é apenas um dos aspectos da prática e, por si só, não nos leva a uma mudança profunda em nosso comportamento e expressão. Para a mudança ocorrer de fato, é necessário a compreensão dessas tendências.

E isso ocorre quando nos expomos, com lucidez e diligencia, às experiências que essas tendências criam em nosso dia a dia. A ferramenta que nos ajuda a criar essa lucidez é a meditação.

É essa a proposta do Hatha-Yoga. O aspecto físico ou fisiológico é só a “ponta do iceberg”. Uma prática vigorosa, quase atlética e acrobática, está longe do Hatha-Yoga ou do Yoga em si.

Para o Hatha-Yoga não importa se você coloca a testa no joelho, se você se equilibra na ponta dos dedos ou se toca a sola dos pés na sua nuca. O que realmente importa é: você moveu sua energia de forma consciente? Você conseguiu entender suas tendências emocionais?

Durante nossas práticas regulares e, com mais intensidade nos “Aulões”, buscamos desenvolver a prática como ela foi pensada e experimentada pelos antigos yogues. Com carinho, em silêncio e presença…

Venha participar dessa experiência conosco.

Veja esse vídeo informativo

O próximo evento será em:

2017/03/26 09:00:00

Inscreva-se o quanto antes!
São apenas 15 vagas por turma e elas tendem a se esgotar rapidamente.

Experimente! você pode se descadastrar quando quiser.
INSCREVA-ME!

Junta-se à nossa
comunidade!

Ao se cadastrar, você fica receberá nosas
atualizações em primeira mão
direto em sua caixa de e-mail!
close-link
error: Alert: Esse conteúdo é protegido !!